(11) 5591-3000 [email protected]
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Avaliação de Resultados em Treinamento

13 de março de 2016
Avaliação de Resultados em Treinamentos

Educação Corporativa – por que é importante investir?

Na nova economia o capital humano assume importância fundamental na criação de valor. Estudos indicam que até 85% do valor das organizações baseiam-se em ativos intangíveis. A globalização dos negócios, o desenvolvimento tecnológico, o forte impacto das mudanças e o intenso movimento pela qualidade e produtividade, vêm exigindo cada vez mais de nossos protagonistas e isso requer capacitação e qualificação profissional.

Investir em pessoas é investir no ativo que irá fazer a diferença na organização, pois são as pessoas que mantém relacionamentos com clientes e fornecedores, são elas que decidem, se comunicam, fazem as escolhas, melhoram processos, enfim o ativo mais importante de uma organização.

É fato que existe uma ênfase crescente por parte do RH em demonstrar que os programas de T&D devem fazer parte do conjunto de investimentos estratégicos da organização e ao mesmo tempo, os altos executivos questionam se os investimentos em treinamentos realmente valem a pena. A questão então é como provar.

“Aqueles preocupados com o custo da educação deveriam antes considerar o custo da ignorância”.

Derek Bok – Ex-Reitor da Universidade Harvard

Qual é então o grande desafio?

O grande desafio está em definir antes do treinamento, o que queremos como resultado da ação. As pessoas sabem que querem investir em melhoria de seu pessoal, porém, não têm claro o que querem de forma mensurável. Tudo que é importante deve ser medido e tudo que é medido pode ser gerenciado. Ora, se não soubermos de forma mensurável o resultado desejado, nunca saberemos se o resultado do treinamento foi atingido?

Metodologias disponíveis para medir resultados em treinamentos

Quando discutimos o tema, beneficiamos-nos dos conceitos de Donald Kirkpatrick – Professor Emérito da Universidade de Wisconsin, criador do modelo de quatro níveis na avaliação de resultados em treinamento.

  • Nível 1 – Avaliação de reação
  • Nível 2 – Avaliação de aprendizagem
  • Nível 3 – Avaliação de mudança de comportamento
  • Nível 4 – Avaliação de resultados (relação custo x benefício)
  • Nível 5 – Avaliação pelo ROI em treinamentos, modelo que podemos atribuir como o quinto nível por Jack Phillips.
  • Nível 6 – Avaliação por Objetivos Mensuráveis (*) por Carlos Basso que podem ou não ser financeiros.

(*) 6º. Nível de Avaliação – BSC

Definimos esta necessidade e atribuímos como SEXTO NÍVEL, pela reflexão e prática da filosofia do Balanced Scorecard – BSC (David Norton e Robert Kaplan), que associa e comprova através da relação de causa efeito os benefícios dos treinamentos aos indicadores da organização. Se investirmos em capacitação e houver motivação para ação, estas irão favorecer a melhoria nos processos e no atendimento que geram satisfação aos clientes. Estes, ao perceber valor agregado compram o que por sua vez, irá favorecer o aumento na receita e consequente favorecimento ao lucro (resultado). O mesmo raciocínio se aplica a organizações sem fins lucrativos.

Para os incrédulos, recomendamos que fiquem atentos para aquilo que pode representar em sua organização o “custo oculto” do não treinamento!
A CR BASSO é especialista em treinamento e consultoria sobre Avaliação de Resultados em Treinamentos.
Faça-nos uma consulta.

Autor: Carlos Basso - Categoria: Blog

Entre em contato, tire suas dúvidas ou solicite uma proposta

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe comercial fará contato com você.

Reconhecimentos Públicos
Algumas das empresas que confiam na excelência
da CR BASSO para treinar seus colaborades