WhatsApp
(11) 5591-3000 [email protected] WhatsApp CR (11) 99984-2611
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Medo de Falar em Público? Você não está sozinho

17 de dezembro de 2018
Medo de Falar em público?

Você sofre de glossofobia? Este é o nome técnico para um dos maiores receios que as pessoas possuem: o medo de falar em público. Um estudo de 2015 do Jornal Britânico Sunday Times indica que 41% dos participantes citaram a glossofobia como seu maior medo, maior até mesmo do que o medo da morte, que ficou com 19%.

Parece exagero, mas, essa aversão em estar no centro das atenções existe e aparece em diferentes situações da vida corporativa. Por exemplo, quando você precisa fazer uma apresentação para os gestores, fazer uma palestra para a empresa ou, até mesmo, apresentar produtos para novos clientes.

A boa notícia é que existe solução para o medo de falar em público. Neste post você vai encontrar um conjunto de dicas práticas para aplicar em seu dia a dia profissional, sempre que precisar. Confira!

O que acontece quando você tem medo de falar em público

O medo de falar em público pode abranger desde um pequeno nível de dificuldade ou desconforto até a paralisia completa da pessoa. Os sintomas surgem e se intensificam conforme a hora de falar se aproxima.

Em geral, as mãos começam a tremer e ficam suadas, a garganta seca, as pernas enfraquecem e a única coisa em que você consegue pensar é se vai conseguir dar conta do recado. Quando você menos percebe, entrou em um estado de nervosismo que chega ao máximo quando vai para a frente das pessoas.

Nesse momento, sua voz pode falhar ou sair trêmula, e é muito comum esquecer completamente do assunto que iria falar. Essas emoções podem até desaparecer depois dos primeiros minutos de apresentação, quando a pessoa retoma o controle e consegue expor o conteúdo que preparou.

No entanto, elas causam uma impressão tão forte que, mesmo recebendo elogios ao final, você continuará pensando que foi muito mal. Esses são alguns motivos que levam as pessoas a evitar situações de exposição ou a suportarem com muito sofrimento.

Vamos ver como você pode resolver isso.

4 passos para se livrar do medo de falar em público

Separamos 4 dicas ou passos simples e práticos para você vencer o medo de falar em público e, até mesmo, dependendo do seu grau de dedicação, se destacar em suas apresentações futuras. Veja quais são.

1 – Domine o conteúdo

As pessoas, na grande maioria das situações, são chamadas para falar sobre assuntos que tem um conhecimento prévio. No entanto, uma das melhores maneiras de prevenir o medo de falar em público e evitar o temível “branco” é dominar, o máximo possível, o tema que será apresentado.

Estude o assunto profundamente. Vá além de ler repetidas vezes o material preparado. Faça outras pesquisas, procure fontes alternativas, veja as estatísticas mais atuais. Considere possíveis perguntas ou objeções do público e escreva as melhores respostas.

Assim você conhecerá o tema com profundidade, sabendo expô-lo por diferentes ângulos, aumentando, consideravelmente a sua segurança e autoconfiança para a hora da apresentação.

2 – Pratique a apresentação

Assim como em qualquer área do conhecimento, você só conseguirá perder o medo de falar em público e se tornar um bom apresentador treinando intensamente. Esse é um dos maiores segredos para uma apresentação tranquila e equilibrada.

Ensaiar repetidas vezes propiciará que você internalize a sequência lógica da apresentação e as conexões que deverá fazer entre os tópicos. Você pode, inclusive, simular a apresentação para um pequeno grupo de amigos ou colegas do trabalho, pedindo a opinião deles. Aproveite e filme um dos ensaios para analisar sua performance.

Essa visão externa, sua e de outras pessoas, ajudará a identificar vários pontos de melhorias.

3 – Respire fundo

A voz é uma das partes mais afetadas pelo medo de falar em público. Ela pode ficar trêmula, muito alta ou muito baixa, prejudicando a transmissão do conteúdo preparado. Existe uma técnica, muito usada por cantores, para projetar uma voz forte através de um auditório lotado e fazê-la chegar a cada pessoa na plateia.

Chama-se respiração profunda e você pode usá-la para que sua voz saia clara e firme, não importando a quantidade de pessoas que estiverem assistindo sua apresentação. É muito simples de praticar: fique de pé e coloque uma mão sobre a barriga e a outra em seu peito. Inspire profundamente, percebendo qual mão se move.

A maioria das pessoas realiza uma respiração mais superficial, levantando o peito para cima e para baixo. Essa respiração, além de afetar sua voz, também alimenta a ansiedade. As pessoas quando ficam nervosas costumam respirar de forma curta e rápida.

Portanto, para realizar a respiração profunda você deve manter o peito firme e inspirar, enchendo o abdômen. Em seguida, expire lentamente. Utilizar essa técnica alguns minutos antes da apresentação, além de preparar sua voz, também ajudará a diminuir seu nervosismo.

4 – Conheça seu público

As pessoas que irão assistir sua apresentação podem ser um dos principais fatores para alimentar seu medo de falar em público. Ou não.

Se você conseguir adaptar sua comunicação para que elas assimilem o conteúdo apresentado, suas reações de entendimento e apreciação poderão ser um poderoso reforço para sua autoconfiança.

Para isso, você precisa saber quem será sua plateia. Procure descobrir as preferências de quem assistirá a apresentação. As pessoas possuem diferentes canais de aprendizado, algumas preferindo uma linguagem mais técnica, enquanto outras gostam de apresentações mais genéricas.

Conhecer essas preferências permitirá que você adapte suas falas, bem como sua apresentação, mostrando mais ou menos texto, imagens visuais, tabelas e gráficos.

Pronto para sua próxima apresentação?

As dicas ensinadas neste artigo já foram testadas e tiveram sua eficiência comprovada por diversas pesquisas.  Agora que você as conhece, coloque-as em prática para vencer, definitivamente, o medo de falar em público e obter sucesso em suas apresentações profissionais.

Um profissional com autoconfiança e que sabe se comunicar eficientemente está sendo muito procurado e valorizado pelo mercado.

Comente aqui embaixo o que achou do Post ou se ficou alguma dúvida sobre o texto. Teremos o maior prazer em responder. Até os próximos conteúdos!


Autor: Redator CR BASSO - Categoria: Blog

Entre em contato, tire suas dúvidas ou solicite uma proposta

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe comercial fará contato com você.

Reconhecimentos Públicos
Algumas das empresas que confiam na excelência
da CR BASSO para treinar seus colaboradores
[CDATA[*/function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[*/function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[i]
[i]
[i]
[i]
[i]
[i]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[i]
[i]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[i]
[i]
[i]
[i]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[*/ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[i]
[i]
[i]
[i]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[CONDIÇÃO ESPECIAL]
[i]
[i]
[i]
[i]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[CDATA[*/function read_cookie(a) {var b = a + "=";var c = document.cookie.split(";");for (var d = 0; d < c.length; d++) {var e = c[d]
[i]
[i]
[i]
[i]
[i]
[i]